Nesta quarta-feira 13, os transportes escolares do município de Campinorte, no Norte de Goiás, paralisaram por falta de pagamentos. Segundo prefeito desde do ano de 2018, o Estado de Goiás não vem repassando as parcelas de suas responsabilidades, ficando apenas com a contrapartida do município em arcar com todos o custeio sozinho, colocando assim o município de Campinorte em situação complicada de arcar com os outros compromissos da cidade.

Ainda nesta quarta, o prefeito Agnaldo Antônio de Ávila viajou a Goiânia para buscar junto a AGM (Associação Goiana de Municípios) solução para que os transportes do município de Campinorte volte a trabalhar, para que as crianças que dependem desses transportes não fiquem prejudicados.

Vejam na íntegra a entrevista do prefeito Agnaldo, ao Libório Santos.