DERCAP prende homem suspeito de “vender” vagas para cirurgias em hospitais públicos de Goiás

207

Na data de ontem, 12 de fevereiro de 2019, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão aos Crimes Contra a Administração Pública/DERCAP, cumpriu o mandado de prisão preventiva em desfavor de Eder Alves da Rocha.

O investigado é suspeito de cobrar valores para que pacientes fossem atendidos sem ter que aguardar a regular ordem de espera. Os atendimentos intermediados por ele visavam principalmente a realização de cirurgias em tais pacientes, eletivas ou de emergência, burlando a fila de espera.

De acordo com as investigações, os valores cobrados variavam de R$ 1.200 a R$ 2 mil, a depender da intervenção cirúrgica. As investigações continuam para a identificação de agentes públicos e outros particulares envolvidos no esquema.

O investigado responderá pelo crime de corrupção ativa, sem prejuízo de outros delitos eventualmente comprovados na fase final da investigação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.