O Procon Goiás registrou, somente nos primeiros 21 dias deste ano, 184 atendimentos de consumidores em desfavor da Enel Distribuição. A maioria delas – 80 atendimentos – está relacionada à cobrança indevida. Além disso, a interrupção no serviço, que ocorreu em decorrência a forte chuva do dia 12, resultou em reclamações de moradores e comerciantes de várias regiões de Goiânia.

Entre os dias 16 a 18, fiscais do Procon Goiás estiveram em diversos estabelecimentos comerciais e residências da capital. Foi constatada a má prestação do serviço nos setores Cidade Jardim, Estrela Dalva e Parque Eldorado Oeste. Sendo que, neste último os usuários narraram que ficaram sem energia por aproximadamente quatro dias.

Os fiscais também verificaram, in loco, vários prejuízos causados pela queda do fornecimento de energia. Muitos consumidores tiveram danos em aparelhos de TV, geladeira, motores elétricos de portão, entre outros equipamentos.

Os serviços de atendimento ao consumidor (SAC-0800-620196) também foram monitorados. O Decreto Federal 6523 / 2008, que determina as normas gerais para o SAC e fixa tempo para o atendimento , está sendo descumprido. A Enel foi autuada e tem o prazo de 10 dias para apresentar defesa escrita.