A Polícia Civil de Goiás, por meio do GIH de Águas Lindas, cumpriu, no dia 21 de dezembro, mandado de prisão decorrente de sentença condenatória definitiva em desfavor de Jorge Marcelino da Silva, em virtude da prática do crime de estupro, fato ocorrido no ano de 2008, naquele município. A prisão de Jorge Marcelino foi realizada após investigação minuciosa da delegacia especializada e de pedido do Poder Judiciário, que proferiu sentença condenatória de 13 anos e seis meses contra Marcelino, que respondia ao processo em liberdade provisória.

Trata-se de caso de grande repercussão à época, vez que o condenado havia abusado sexualmente de uma pessoa da família que possui necessidades especiais. Cumpridas as formalidades, Jorge Marcelino foi encaminhado ao presídio local para o cumprimento de sua pena.