A Polícia Civil de Hidrolândia prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (7), no Jardim Guanabara, em Goiânia, Ademar Vieira Gomes, por posse ilegal de arma de fogo e corrupção ativa. Na ocasião, Ademar confessou ser o autor do homicídio contra Francisca Alves de Sousa, cujo corpo foi encontrado na GO-319, zona rural do município de Hidrolândia. No ato da prisão, Ademar ofereceu R$ 10 mil aos policiais para que não fosse preso.

O crime ocorreu no dia 1º de setembro de 2018, na residência do suspeito, na capital. O corpo de Francisca, com quem Ademar teria um relacionamento, foi encontrado no dia seguinte ao crime, despido, e apresentava múltiplas escoriações e hematomas, além de disparo de arma de fogo na região temporal esquerda.