Uma operação integrada entre as polícias Civil e Militar resultou na desarticulação de uma associação criminosa especializada em roubos a bancos. A ação foi realizada na madrugada de 5 de dezembro, na zona rural de Brasilândia de Minas, no Noroeste mineiro, onde cinco indivíduos vieram a óbito após violento confronto armado. O caso foi apresentado nesta quinta-feira (6), no auditório da Secretaria de Segurança Pública.

Segundo o delegado Samuel Moura, responsável pela investigação, o grupo é responsável por diversos crimes em Goiás, Bahia, Minas Gerais e Distrito Federal. Os suspeitos, que fariam parte da organização “Novo Cangaço”, estavam sendo monitorados desde o mês passado, quando explodiram um carro forte na cidade de Cristalina (GO).

Durantes buscas no interior da propriedade rural, foram encontrados vários fuzis, pistolas, espingardas e outros materiais utilizados nas ações criminosas.  Participaram da operação policiais do Grupo Antirroubos a Bancos (GAB) e Grupo Tático Especial da Polícia Civil (GT3), com apoio das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam).