Operação foi deflagrada pelo Ministério Público de Goiás

O Ministério Público do Estado de Goiás, por meio do Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial (GCEAP) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em conjunto com a Corregedoria da Polícia Militar deflagrou, na manhã desta quarta-feira (7/11), a Operação Pacto de Silêncio.

Estão sendo cumpridos, neste momento, 9 mandados de prisão temporária e 11 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Militar em face de policiais militares investigados pela prática de crime de tortura, com resultado morte e ocultação de cadáver.

Entre os investigados que tiveram prisão temporária decretada estão sete soldados e dois tenentes da Polícia Militar da capital.

A investigação refere-se ao desaparecimento de Pedro Henrique Rodrigues (22 anos) em agosto deste ano, após uma abordagem feita pela Polícia Militar dentro de sua residência em Goiânia. (MP-GO) Por: @julimarcaetano