A Delegacia de Polícia Civil de Goiatuba prendeu uma quadrilha armada que praticavam roubos no município. A ação se deu por volta das 18h30 de quarta-feira (1º). As investigações revelaram a identidade de Vinícius Silva Sousa eAlessandro Sousa Jesus, ambos com 18 anos, e Jeverson Pinheiro, 21 anos, como sendo os responsáveis pela prática de vários crimes de roubo qualificado, ocorridos nos últimos dias na cidade.

No dia 30 de janeiro, Alessandro e Vinícius foram até o estabelecimento comercial Mega Brinquedos e anunciaram o assalto armados com um revólver calibre 38. Após renderem a vítima, os autores subtraíram diversos aparelhos celulares, caixas de som e um aparelho receptor de rádio fusão.

Após identificarem os autores, os policiais civis se deslocaram até a residência de Alessandro Sousa de Jesus, que confessou a prática do crime. Ele identificou Vinícius Silva Sousa como o segundo autor, informado ainda que teria sido convidado por este para participar da empreitada criminosa.
Em seguida, os policiais civis se dirigiram à academia onde encontraram Vinícius Silva Sousa, tendo este também confessado o crime e informado que Jeverson havia cedido a arma para a realização dos roubos em troca de receber partes dos objetos subtraídos. No veículo de Vinícius foi encontrado um simulacro de arma de fogo.

WhatsApp Image 2017-02-02 at 06.22.17

Arma e celulares subtraídos pelos integrantes da quadrilha

De imediato, os policiais foram até a residência de Jeverson Pinheiro, onde localizaram o revólver calibre 38 municiado, além dos objetos do roubo. Os autores são investigados também pela prática de outros crimes ocorridos neste município, dentre eles os praticados em postos de combustíveis. Apurou-se também que a arma foi a mesma utilizada em um roubo de veículo, ocorrido no lago dos buritis dias atrás.

Vinícius Silva Sousa, Alessandro Sousa Jesus e Jeverson Pinheiro foram autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa armada, cuja pena é de um a três anos de reclusão; posse irregular de arma de fogo de uso permitido.
Como serão indiciados também pela prática dos crimes acima descritos (roubo qualificado pelo emprego de arma e concurso de pessoas), as penas totalizam 16 anos.Após procedimentos, os autuados encontram-se recolhido na Unidade Prisional de Goiatuba, onde ficará a disposição da Justiça

Fonte: Policia Civil